Como surgiu o romance lésbico “M”?

livro lésbico contos lésbicos contos lesbicos livros lesbicos

M, é o nome de um livro que vem trazer fortes emoções a quem lê. Pelo menos é o que as leitoras vem me dando de feedback e acredito que não seja um feedback à toa.

 

Vamos partir da ideia inicial do livro. Ele foi desenhado na minha cabeça para ser lançado no dia da visibilidade lésbica do ano de 2017, cumpri o prazo estipulado e ele foi colocado na lista para concorrer ao prêmio Kindle de Literatura, não ganhou, mas mesmo assim senti que iria ser um livro controverso.

 

Eu tinha o rascunho dele desde a faculdade, um dos poucos que se salvaram da minha impulsividade de jogar todos meus manuscritos fora. Originalmente era uma narração em terceira pessoa, que conflitava com o pensamento das personagens, mas estava ficando confuso e chato. Reformulei a ideia original dando ao livro três narradoras em primeira pessoa, Roberta, Mariana e Milena.

 

Dois diários são encontrados no fundo de um guarda-roupa e a partir desse achado Roberta começa a contar para você, leitora, o que houve com Milena e Mariana. Conforme ela escreve seu próprio diário, você vai descobrindo quem é Milena, Mariana, Cláudia e Marília.

 

Aos poucos, Roberta conta seu presente e relata o passado dessas duas mulheres que se amaram, se perderam e se reencontraram durante uma vida tumultuada e cheia de altos e baixos.

 

O nome do livro é uma homenagem a um gesto que as duas protagonistas fazem com um pingente com a letra “M”. Porém, mais do que isso, ele é a junção de três pilares da história, Milena, Mariana e Marília, pois Marília é a chave de conexão entre o passado e o presente. Ela é a melhor amiga de Mariana, a quem Milena recorreu inúmeras vezes na hora do sofrimento e quem aguentou todas as barras ao lado das duas. Marília foi a irmã que Milena e Mariana nunca tiveram.

 

M representa os Medos que temos ao amar, as Maldades dos que estão próximos, as Mortes inevitáveis, a Melancolia da solidão, a Militância de amar alguém do mesmo sexo, as Mudanças que a vida exige, as Mágoas que deixamos nos outros, as Mágoas que os outros deixaram em nós, as Mães que queríamos, as Mães que fomos, as Mães que deveriam ser mãe e não são, as Memórias que machucam, o Machismo que lidera e oprime, o falso Moralismo, as Mentiras que inventamos para nós mesmas, as Mentiras que aceitamos, as Mentiras que contamos, as Mentiras que vivemos, as Mulheres que fomos, as Mulheres que nos definem, as Mulheres que nos rodeiam, os Machucados inevitáveis, os Machucados evitáveis, Maduras e imaturas, uma garota Medrosa e uma garota que queria conquistar o Mundo.

 

E foi assim que a criação de M tomou forma, pensando em todos estes atos mundanos, em todos os casais que parecem ser felizes e sem problemas, mas no fundo são pessoas e nós tiramos o direito delas errarem.
Como diria Marília e Cláudia, o passado pode machucar mais do que você imagina.

 

Leiam M e sintam a mistura de todas as emoções em apenas um livro, pelo menos foram os relatos que recebi.
 

Vou deixar aqui, para finalizar, um comentário que recebi na Amazon, acho que ele define o que todas as leitoras já me relataram:
“Adorei este novo romance de Alice Reis, já li outros livros e contos e me surpreendi com a história. Um romance intenso, de relações conturbadas por sentimentos de que vão além do amor, do desejo de estar e ter a pessoa amada. Alice nos presenteia com uma história adulta, contemporânea, dramática e psicologicamente interessante, pois suas personagens têm uma relação que vemos no dia-a-dia em muitos casais, em que tudo parece perfeito e somente quando esmiuçamos vemos o quanto ela não é saudável.
Alice se expôs ao escrever um romance muito diferente do que suas leitoras estão acostumadas, e na minha opinião, se saiu muito bem. Ficou perfeito.”

 

E esse recebi no meu grupo no Facebook:
“Boa noite!
Se as outras leitoras choraram eu não sei, mas estou maravilhada por ler esse livro sensacional!
Acho que nunca senti tantos sentimentos e sensações contraditórias!
“M” foi uma das minhas melhores aquisições literárias!
Parabéns pela autoria e escrita brilhante, pois realmente “M” é uma obra linda, envolvente e emocionante!”

 

Comprem o livro pela loja do site e recebam autografado com frete grátis para qualquer cidade do país:
https://alicereis.com.br/produto/m/

 

Um abraço,
Alice Reis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.