Hétero sofre…

Nesse fim de semana fui em um casamento, o primeiro casamento junto com minha esposa, tinha o nome das duas no convite e tudo mais. Casamento hétero, para constar.

 

Procuramos nossos melhores vestidos para comparecer e não desprezar o convite da amiga. Chegamos no horário, mentira, chegamos atrasadas, mas antes dos noivos.

 

Ok, vamos ao que interessa.

Alice, por que hétero sofre?

Calma, sapa, calma.

Vou enumerar:

  1. Eles não podem ir juntos no banheiro.

Diz pra mim que você nunca pegou alguém na fila do banheiro, diz que nunca rolou um flerte e uma troca de telefone. Não mente, se você já foi em uma balada gay, sabe do que estou falando.

 

  1. Eles tem metabolismo diferentes.

Como assim? Você me pergunta.

Eu te respondo, são metabolismos diferentes, ué. Se eles quiserem fazer exercícios físicos e regime juntos, com certeza a mulher vai emagrecer mais lentamente, vai aguentar menos peso, a mulher vai querer andar e ele vai querer correr e se correrem a velocidade da mulher vai ser menor e ele vai ter que diminuir o ritmo para correrem lado a lado. Agora se você é um casal de mulher e decide que vai fazer regime juntas e que vai para a academia, com certeza a motivação das duas será diferente, pois o metabolismo é muito mais semelhante E de quebra vocês vão poder se pegar no banheiro da academia. (depois leia o conto A Garota da Academia) 😉

 

  1. Roupas diferentes

Geralmente você não vê casal hétero trocando roupas, mesmo porque uma mulher hétero não tem a menor vontade de usar a roupa do namorado/marido, não é? Ou um rapaz hétero não vai querer sair de saia por aí… (pelo menos ele não vai admitir isso) Mas um casal gay pode trocar de roupa e ninguém vai olhar torto. A minha esposa vive pondo minhas roupas e eu vivo deixando… O vestido que ela foi na festa de casamento era meu, ela não tem vestido, menos ainda sapato social. Mais um ponto para nós!

 

  1. Gostos diferentes – Seriados e Televisão

Chamar um rapaz para assistir Gilmore Girl’s, Gossip Girl, Pretty Litte Liers, Drop Dead Diva e outros seriados considerados de menina é a certeza de ter uma gargalhada enorme como resposta. Esses seriados não foram feitos para homens gostarem, eles assistem forçados com a namorada apenas para agradar (meu irmão não gosta de Gilmore, mas assiste para agradar a namorada, aliás ele detesta Gilmore). Não vou generalizar, maaaas é quase 90% de chance disso acontecer. A chance de um casal de sapa gostar do mesmo seriado é infinitamente maior do que um casal hétero ter essa sintonia.

O macho vai querer assistir futebol e a fêmea vai querer assistir Gilmore, um filme romântico ou vai entrar no meu blog e se descobrir lésbica (essa parte ainda não aconteceu, mas vai saber). Zoeiras a parte, programas masculinos são diferentes de programas femininos, a mina gosta de novela e o marmanjo gosta de futebol e corrida no domingo de manhã. Isso é fato. Tem mulher que gosta de futebol? Tem! Mas aí a gente já começa a desconfiar da mina… rsrsrsrs Ela vai querer assistir Animal Planet e ele vai quer ver os gols do futebol europeu na ESPN. Volto a dizer, a sintonia entre um casal gay é maior. Eu e minha esposa temos muita coisa em comum, principalmente relacionado à programas de televisão e seriados.

 

  1. Cuidados com a casa

Enfim, o tópico mais polêmico entre os héteros. Dividir tarefas domésticas. Querendo ou não os homens são criados para não ajudarem nas tarefas domésticas. Há exceções, né, Alice?! Claro, com toda certeza há exceções, os homens gays. Ok! Alguns héteros, bem poucos, mas existem. Mas nossa sociedade é machista e os homens ainda são criados para não fazerem nada pela organização da casa. Se você vai casar com uma menina e você é uma menina, há 99,99% de chance de vocês saberem cuidar de uma casa. Aqui em casa nós dividimos as tarefas e ai de quem não fizer. Haverá uma facilidade em lidar com a casa e seus deveres se você se casar com uma mulher.

 

  1. Festa de casamento

Agora você deve estar entendendo o porquê eu falei do casamento que fui no final de semana. Falei porque esse é outro momento que o hétero sofre, o dia do casamento. A sociedade exige essa formalidade de um casal hétero, algum dia ele vai ter que casar e dar uma festa de arromba. Mesmo se ele morar junto há 5 anos, como é o caso desse casal. Eles moravam há cinco anos juntos, já eram casados perante a justiça e a lei, mas não houve a oficialização da sociedade. Entende? Não havia o álbum com a noiva de branco e o noivo de terno. Eu já sonhei em fazer uma festa de casamento, de chamar as amigas, a família e tal, mas desisti, é um gasto inútil (pelo menos para mim). Se você é casada com uma mulher a sociedade não vai exigir uma festa e não vai exigir um álbum de casamento, aliás, ela vai querer te esconder. Mas se é o seu sonho, case-se, convide todo mundo e faça uma festa de arromba, mas só faça se for seu desejo. Não tenha medo.

 

Enfim, nós podemos fazer tudo o que um casal hétero faz, mas eles (sim, os homens) nunca vão saber o que é ter uma companheira que te acompanha em tudo. E elas (sim as mulheres héteros) nunca vão admitir que ficar apenas de cueca no fim de semana é a melhor roupa nesse calor, pois elas nunca vão querer fazer isso sem se sentir estranhas.

Um casal de sapatão (sim, vou falar sapatão) é o melhor casal que o mundo poderia ter. Apesar de todos os dramas, todos os choros, todas as DR’s e todas as TPM’s nós formamos os melhores casais.

 

Enquanto estávamos no casamento eu inventei o conto erótico A Dona da Festa, (você pode ler ele clicando aqui) e essa frase é apenas um jabá do meu trabalho. :*

 

Para finalizar de vez, de verdade e sem mais gracinha e falar o porquê escrevi sobre o sofrimento dos héteros, escrevi para você entender que ser gay/lésbica (todas as variantes) não é e não pode ser um terror e um problema. Sério, você tem que ser feliz e procurar pessoas que te façam feliz. Eu estou em muitos grupos no Facebook e vejo muita gente sofrendo por amor ou pela falta dele. Calma, sapatão! Calma, bi! Calma, mona! CALMA! Calma que a ansiedade só vai atrair gente ruim. Ame-se para o amor poder chegar até você. Ame-se de verdade, só assim você vai saber encontrar quem te faz bem.

 

Um abraço,
Alice

 
 

*Não se esqueça de se cadastrar para sempre receber as novidades do blog e receber de primeira mão os lançamentos dos meus livros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.